Reserva da Barra

CINCO DICAS PARA TER UMA CASA SUSTENTÁVEL


segunda-feira, 11/01/21

As casas sustentáveis são tendência nos dias atuais e esse perfil de construção está cada vez mais presente no Brasil. Para se ter uma ideia, o país é o quarto do mundo na quantidade desses lares verdes de acordo com o Green Building Council Brasil (GBC). Além de serem ecologicamente corretas, essas residências, amigas do meio ambiente, também podem ser muito econômicas se forem utilizados materiais, eletrodomésticos, painéis solares e outros aritifícios que auxiliam na redução do consumo de agua e luz no dia a dia. No entanto, para ser ter sucesso com esse tipo de construção é importante se atentar a alguns pontos importantes. Confira algumas dicas que separamos para vocês:

1.Escolha um local adequado para construir

O terreno apropriado para um lar sustentável fica distante de áreas de preservação, para evitar qualquer impacto negativo, e próximo de transportes públicos e lojas de conveniência – o que diminui a necessidade de usar carros. Mais do que isso, recomenda-se que a residência se conecte ao máximo com o entorno, o que incluí desde a orientação da fachada – que deve garantir altos índices de ventilação e luz natural, até a proibição do uso de plantas invasoras, ou seja, que não são nativas e podem prejudicar o bioma local.

2. Consuma apenas a quantidade de água necessária

Desde a execução da obra até após a conclusão, durante a rotina diária dos moradores, é importante evitar o consumo excessivo de água, causando o mínimo impacto ao meio ambiente. Neste sentido, além de métodos de reutilização de água da chuva, por exemplo, é recomendado que se use equipamentos que prezam pela eficiência, como as já populares descargas com duplo acionamento ou chuveiros que misturam água com ar – garantindo o conforto, mas reduzindo os litros de água usados na casa.

3. Reduza o consumo da energia

O uso de energia é um dos que mais impactam a atmosfera, daí a importância de projetar a casa para que ela seja energeticamente eficiente. Para tanto, além de não deixar todas as luzes acesas e ter eletrodomésticos adequados, vale investir, por exemplo, em janelas amplas e cores claras, que diminuem a necessidade de lâmpadas, painéis solares, para substituir aquecedores e ventilação adequada que dispensa ar condicionado.

4. Materiais adequados

Usar matérias primas certificadas durante a obra, que você conheça a origem e estruturas que você possa montar, desmontar e reutilizar toda vez que quiser reformar a casa, são alguns dos cuidados básicos que devemos ter ao construir uma residência

verde. Outra preocupação igualmente importante é com o descarte adequado do que não for utilizado.

5. Sistema aquecimento e refrigeração não poluente

Instalar um sistema fotovoltaico é uma alternativa sustentável e altamente vantajosa. Por meio dos painéis solares é possível transformar os raios de sol em energia elétrica e abastecer todos os aparelhos eletrodomésticos. A vantagem é que o astro é uma fonte alternativa limpa e infinita — ou seja, não causa impactos ao meio ambiente. Fazendo uso da energia solar fotovoltaica você pode economizar até 95% nas contas de luz.

Para deixar sua casa sustentável com o toque sofisticado e ainda refrescar o ambiente, faça jardins verticais. Os vasos para compor o ambiente podem ser feitos de objetos reciclados. Assim, o espaço fica esteticamente agradável e reduz o impacto à natureza.

Outra forma de deixar seu imóvel mais fresco é manter grama e arborização no local. Com isso, a economia com ar-condicionado é certa.